kratia.jpg 

 :.: A proposta é interessante: os resultados de uma busca são listados de acordo com opiniões de usuários, que podem votar nos melhores sites, fazer comentários e até mesmo sugerir páginas que não tenham aparecido. Ao lado de cada página dos resultados de uma busca, há uma nota, entre 0 e 100, que melhora ou piora de acordo com o voto de quem fez a pesquisa. Na verdade, esse voto é apenas um clique entre duas opções: “gosto de ele” ou “não gosto de ele”.

:.: Esta é a proposta do Kratia, que se intitula o primeiro mecanismo de busca democrático. É uma especie de metabuscador, que usa os resultados do Google, MSN, Yahoo ou Gigablast. O site identifica a origem de quem está acessando, e as buscas feitas do Brasil já aparecem em Português. Na verdade, nas vezes em que testei, não apareceu nada em outro idioma, o que na verdade equivaleria ao filtro usado pelo Google, por exemplo, para pesquisar apenas em Português. 

:.: Gostei dos resultados, que foram bem próximos do que eu estava procurando. Sem o aborrecimento de links patrocinados, ou anúncios. Difícil foi achar comentários de algum outro usuário, ou páginas que já tivessem recebido nota. Naturalmente, como o Kratia ainda não pegou por aqui, isso deve ser mais fácil de achar nas páginas em inglês.